Sirena

Dos contos do mar, seu cantar, com certeza   é de longe o mais belo, singular fineza.

Quem ouve a Sirena à capela se engana,

na certeza plena de que ela é humana.

São muitos aqueles que caem no jogo,

se atiram na água, atrás de seu fogo.

Nenhum, no entanto, voltou pra contar

se vale o encanto de se apaixonar.

Portanto, cuidado com a fera marítima

ou logo, já era, serás sua vítima.

Cada estampa conta uma história, cada história desperta a memória. Estamos aonde essas histórias se cruzam: nas ruas- por enxergarmos a arte como ferramenta de transformação social e por apoiarmos a pluralidade de ideias; crenças; religiões; raças; gêneros; identidades e orientações. Ser ilustre não é só abraçar tendência, mas criá-la a partir de seus atos. 

Encontramos motivação no brilho dos olhos de cada um que se dispõe a refletir nossas histórias e a reinventá-las a partir de um novo olhar. Essa é a métrica do nosso sucesso e o combustível da nossa criatividade. 

Cada estampa conta uma história, cada história desperta a memória. Estamos aonde essas histórias se cruzam: nas ruas- por enxergarmos a arte como ferramenta de transformação social e por apoiarmos a pluralidade de ideias; crenças; religiões; raças; gêneros; identidades e orientações. Ser ilustre não é só abraçar tendência, mas criá-la a partir de seus atos. 

Encontramos motivação no brilho dos olhos de cada um que se dispõe a refletir nossas histórias e a reinventá-las a partir de um novo olhar. Essa é a métrica do nosso sucesso e o combustível da nossa criatividade.